Pesquise no Site

Boletim Sustentável

Preencha seu e-mail abaixo para receber nossa newsletter:

.

.

Mundo da Sustentabilidade
Aparecimento de peixes do fundo do mar faz Japão temer novo tsunami

Aparecimento de peixes do fundo do mar faz Japão temer novo tsunami

Nesta semana, dois peixes grandes, de até 11 metros de comprimento, apareceram vivos na costa do Japão. De acordo com a lenda tradicional japonesa, a aparição desses animais pode indicar que um tsunami ou terremoto acontecerá em breve.

Conhecido popularmente como peixe-remo ou peixe regaleco (Regalecus glesne), o animal é tido como o “Mensageiro do Palácio do Mar de Deus” e sua aparição na superfície, segundo a lenda, pode indicar um mau presságio — esse peixe normalmente vive no fundo do mar, podendo vir a superfície quando está doente ou morrendo.

 
A Vale em Brumadinho: a quem interessa a sustentabilidade das empresas?

A Vale em Brumadinho: a quem interessa a sustentabilidade das empresas?

A tragédia em Brumadinho nos traz mais uma vez a reflexão sobre qual é o significado da tão propalada ‘sustentabilidade’ corporativa. Em uma visão mais ampla, a sustentabilidade está ancorada em três pilares, lucro, pessoas, planeta (3Ps em inglês, profit, people, planet). Uma combinação mais equilibrada destes três pilares pode produzir empresas que se sustentam por um longo tempo, ou seja, que tenham lucro, reputação, credibilidade, crédito.

Teoricamente, empresas sustentáveis são aquelas capazes de gerar lucro ao mesmo tempo em que protegem o meio ambiente e as pessoas; seriam, assim, muito bem-vindas por toda a sociedade. Neste conceito, a prosperidade não se limita à sustentabilidade financeira mostrada nos números da contabilidade, contudo não podendo prescindir da mesma para sustentar uma vida saudável em todos os aspectos.

 
Sustentabilidade: os diferentes jeitos de ajudar o meio ambiente sem deixar de cair na folia

Sustentabilidade: os diferentes jeitos de ajudar o meio ambiente sem deixar de cair na folia

Durante o Carnaval no ano passado, a Comlurb recolheu 1.076 toneladas de resíduos entre os dias 9 e 18 de fevereiro, nos blocos, bailes e festas de rua, Sambódromo, Intendente Magalhães (palco dos desfiles das escolas de acesso e agremiações) e entornos. Neste ano, desde o início da Operação Carnaval, no dia 16, a Comlurb já removeu 121,7 toneladas de resíduos dos blocos de rua. A menos de uma semana da folia, não faltam ideias para fazer dessa festa um evento mais sustentável.

Em entrevista ao Destak, a diretora de conteúdo do Menos1Lixo, Marina Marcucci, reuniu quatro dicas de como os foliões podem ser mais conscientes.

 
Iniciativas de sustentabilidade inovam processos e conquistam Prêmio ECO 2019

Iniciativas de sustentabilidade inovam processos e conquistam Prêmio ECO 2019

No Brasil, o interesse de empresas por práticas socioambientais em seu plano estratégico é uma tendência crescente. Em 2018, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (IES), uma pesquisa desenvolvida pela B3 em parceria com o Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getulio Vargas (GVces), mostrou que 98% das companhias em atividade no país procuram incorporar aspectos sustentáveis nas metas de desempenho de seus empregados (Em 2017, o índice era de 95% ).

 
Mineração sustentável é possível? Tragédias recentes colocam setor em xeque

Mineração sustentável é possível? Tragédias recentes colocam setor em xeque

A mineração é responsável por cerca de 5% do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil. Seu produto equivale a um quinto de tudo que é exportado pelo país e o setor emprega, direta e indiretamente, 2,6 milhões de pessoas.

Depois de duas tragédias recentes causadas pelos rompimentos de barragens de rejeito de minério da Vale em Mariana e Brumadinho, que já deixaram, somadas, mais de 170 mortos e um enorme impacto ambiental, a pergunta que fica é: é possível, de fato, que a atividade de mineração seja sustentável?

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 4 de 370