Parcerias

Curtir no Facebook

.

.

Pesquise no Site

Boletim Sustentável

Preencha seu e-mail abaixo para receber nossa newsletter:

.

.

Mundo da Sustentabilidade
A Kombi do futuro será totalmente elétrica e interativa

A Kombi do futuro será totalmente elétrica e interativa

Na maior feira tecnológica do mundo, a CES 2016, a Volkswagen apresentou um protótipo futurista da Kombinationsfahrzeug... Ou melhor, da popular Kombi.

Após o escândalo ambiental no qual a empresa se meteu em 2015 (por instalar softwares em veículos para adulterar testes de emissão de poluentes), a nova Kombi pode representar uma "guinada verde", já que o BUDD-e (nome do protótipo) é uma van totalmente elétrica. Especula-se que o modelo possa chegar ao mercado mundial em 2019.

 
Descarte correto de pneus elimina criadouros do Aedes aegypti

Descarte correto de pneus elimina criadouros do Aedes aegypti

O governo federal está mobilizado para combater o Aedes aegypti, mosquito transmissor do zika vírus. A doença, em geral, é leve, mas capaz de gerar malformações congênitas nos bebês quando a gestante é picada pelo inseto infectado. Dados do Ministério da Saúde mostram que há 3.448 casos suspeitos de microcefalia em todo o país.

É uma situação inédita no mundo, que reforça a importância de eliminar os criadouros do Aedes, que também transmite dengue e chikungunya – além da febre amarela, para a qual existe vacina. Essas doenças têm vitimado milhares de brasileiros em todas as regiões da país.

 
Ônibus elétrico sem motorista transporta passageiros na Holanda

Ônibus elétrico sem motorista transporta passageiros na Holanda

Um ônibus elétrico, sem motorista, fez sua primeira viagem-teste na quinta-feira, 28 de janeiro, na cidade holandesa de Wageningen ao transportar seus passageiros por 200 metros. Chamado de WePod, o ônibus é parte de uma frota que será lançada nos próximos anos para transitar na região. A velocidade do ônibus foi de 8 km/hora, mas será de 25 km/hora quando estiver funcionando plenamente, informou a agência de notícias Reuters.

"É um marco", comemorou o diretor-técnico do projeto, Jan Willem. "Um veículo sem motorista nunca circulou em rodovias públicas."

 
Engenheiro defende possibilidade de tarifa zero no transporte brasileiro

Engenheiro defende possibilidade de tarifa zero no transporte brasileiro

O engenheiro civil Lúcio Gregori, secretário de Transportes da gestão Luiza Erundina (1989-1993) na prefeitura de São Paulo e elaborador do Projeto Tarifa Zero, disse que a gratuidade do transporte coletivo é o estágio final de um processo político de rearranjo de recursos e composições de fundos. “No Brasil, o subsídio tarifário é extremamente baixo. [Os governos] têm que dar subsídio maior e o limite é a tarifa zero”, afirmou.

Segundo ele, os subsídios não precisam ser arcados exclusivamente com impostos municipais, mas com a coparticipação de governos estaduais e federal, seja com empenho de recursos ou isenção de impostos.

 
Os 10 países mais sustentáveis do mundo em 2016

Os 10 países mais sustentáveis do mundo em 2016

Os países que melhor cuidam dos seus recursos naturais, investem em energias renováveis e garantem qualidade de vida a população foram conhecidos no último final de semana, em Davos (Suíça), quando foi lançado o Environmental Performance Index (EPI), ranking bienal elaborado por uma equipe de especialistas das universidades americanas de Yale e Columbia.

A mais recente edição do levantamento classificou 180 países com base em 20 indicadores distribuídos por 9 categorias: critérios de saúde ambiental; poluição do ar; recursos hídricos; biodiversidade e habitat; recursos naturais; florestas; energia e clima, entre outros. Cada categoria possui pesos diferentes.

 
Pela segunda vez na história, Pequim emite alerta vermelho por poluição

Pela segunda vez na história, Pequim emite alerta vermelho por poluição

Pequim emitiu nesta sexta-feira, 18 de dezembro, pela segunda vez na história da cidade, o alerta vermelho (o mais alto) por poluição atmosférica, devido aos altos níveis de contaminação do ar que estão previstos para o fim de semana. O alerta vai vigorar entre as 7h deste sábado (19) e as 12h de terça-feira (22).

Os serviços meteorológicos já tinham anunciado, na quinta-feira (17), que o norte da China sofrerá, a partir de sábado, a pior onda de poluição atmosférica do ano.

 
Programa de Geração Distribuída é lançado com foco em energia solar

Programa de Geração Distribuída é lançado com foco em energia solar

Ampliar e aprofundar as ações de estímulo à geração de energia pelos próprios consumidores, com base nas fontes renováveis de energia (em especial a solar fotovoltaica). Esses são os principais objetivos do Programa de Desenvolvimento da Geração Distribuída de Energia Elétrica (ProGD), lançado nesta terça-feira, 15 de dezembro, pelo Ministério de Minas e Energia (MME). A iniciativa pode movimentar pouco mais de R$ 100 bilhões em investimentos, até 2030.

A geração distribuída traz benefícios para o consumidor e para o setor elétrico: está no centro de consumo, o que reduz a necessidade de estrutura de transmissão elétrica e evita perdas. Até 2030, 2,7 milhões de unidades consumidoras poderão ter energia gerada por elas mesmas, entre residência, comércios, indústrias e no setor agrícola, o que pode resultar em 23.500 MW (48 TWh produzidos) de energia limpa e renovável, o equivalente à metade da geração da Usina Hidrelétrica de Itaipu. Com isso, o Brmasil pode evitar que sejam emitidos 29 milhões de toneladas de CO2 na atmosfera.

 
COP21 termina com acordo histórico em Paris, mas deixa lacunas

COP21 termina com acordo histórico em Paris, mas deixa lacunas

O primeiro acordo de âmbito universal para frear as emissões de gases do efeito estufa e lidar com os impactos da mudança climática foi estabelecido neste sábado, 12 de dezembro, durante o encerramento da 21ª Conferência das Nações Unidas sobre o Clima (COP21), em Paris. A decisão foi anunciada pouco antes das 16h30 (horário de Brasília) pelo ministro de Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, que guiou as negociações ao longo das madrugadas decisivas durante a cúpula.

Horas antes, Fabius havia apresentado a proposta do documento final aos 195 países presentes para adoção, com um discurso que emocionou a plateia – a intérprete que fazia a tradução para o inglês não conseguiu segurar o choro, segundo relato do jornal alemão Deutsche Welle.

 
Na COP21, organizações pedem mudança rápida para veículos zero emissões

Na COP21, organizações pedem mudança rápida para veículos zero emissões

Ministros e altos representantes da indústria, da sociedade civil e de organizações internacionais pediram uma rápida mudança para veículos zero emissões (VZE) como um componente chave da futura estratégia global contra a mudança do clima. O debate ocorreu na 21ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP21), em Paris.

Atualmente, o setor de transportes depende quase que completamente de combustíveis fósseis. Isso contribui aproximadamente com 1/4 de toda a energia relacionada às emissões de dióxido de carbono para a atmosfera, que deverá crescer ainda um terço, mais rápido do que qualquer outro setor.

 
COP21 aprova projeto de acordo para combate às alterações climáticas

COP21 aprova projeto de acordo para combate às alterações climáticas

A 21ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP21) aprovou neste sábado, 5 de dezembro, em Paris, um projeto de acordo para combater as alterações climáticas, que deverá ser chancelado pelos ministros dos cerca de 200 países na próxima semana, para ser posteriormente assinado no dia 11 deste mês.

Com esta aprovação, encerram-se seis anos de trabalhos que começaram em Durban (2011), na África do Sul, quando as negociações para um pacto global de luta contra as alterações climáticas começaram.

 
FAO firma parceria com o Google na luta contra a mudança climática

FAO firma parceria com o Google na luta contra a mudança climática

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) firmou na terça-feira, 1º de dezembro, uma parceria com a empresa Google Maps, com a meta de ajudar os países que combatem a mudança climática.

Segundo a FAO, a tecnologia digital utilizada nas imagens de satélite está causando uma revolução na maneira como os países podem acessar, monitorar e planejar o uso de seus recursos naturais. As imagens de satélite ajudam também a monitorar o desmatamento e a desertificação.

 
Estação Sé do Metrô tem equipamento multifuncional que transforma latas e garrafas pet em desconto na conta de luz, em livros e no Bilhete Único

Estação Sé do Metrô tem equipamento multifuncional que transforma latas e garrafas pet em desconto na conta de luz, em livros e no Bilhete Único

Novidade no país, uma máquina multifuncional que automatiza a coleta seletiva de latas e garrafas pet oferece um programa de benefícios que dá descontos em bilhetes de transporte, conta de luz e livrarias.  Desde o dia 20 de setembro ela está na estação Sé do Metrô de São Paulo. A Retorna Machine foi instalada na área livre do local, em frente às bilheterias, com promotores para orientar sua utilização.

Aeroportos, estações de metrô, terminais de ônibus e shoppings centers serão os principais pontos de instalação do novo equipamento urbano na capital paulista.

 
Maringá inaugura central de compostagem que vai beneficiar 27 hortas urbanas

Maringá inaugura central de compostagem que vai beneficiar 27 hortas urbanas

No fim de setembro, a prefeitura de Maringá, no norte do Paraná, inaugurou uma Central de Compostagem que vai produzir adubo orgânico para hortas comunitárias e o Viveiro Municipal. O empreendimento foi instalado na estrada São Luiz, Gleba Pinguim.

O coordenador das hortas comunitárias, José Oliveira Albuquerque, ressalta que a criação de uma Central de Compostagem era um sonho antigo das famílias atendidas pelas hortas. “O composto produzido aqui na central vai melhorar a produção das hortas e a qualidade das verduras, o que possibilita aos produtores a oportunidade de gerar uma nova renda. Sempre foi o meu desejo oferecer esse insumo para as 27 hortas”.

 
OIT anuncia portal para denúncias de trabalho forçado e análogo à escravidão

OIT anuncia portal para denúncias de trabalho forçado e análogo à escravidão

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) se uniram a fim de criar um portal para ampliar o número de denúncias vindas do campo.

“Inicialmente o portal foi concebido apenas para uso dos sindicatos rurais, mas decidimos ampliar seu acesso para toda a sociedade, pois constatamos que até então não existia nenhum canal de denúncias online”, explicou na quarta-feira, 11 de novembro, o vice-diretor e oficial encarregado do escritório da OIT no Brasil, Stanley Gacek.

 
Renováveis têm potencial para substituir combustíveis fósseis até 2030

Renováveis têm potencial para substituir combustíveis fósseis até 2030

As energias renováveis são o segundo maior gerador de eletricidade do mundo, com potencial de destronar os combustíveis fósseis até 2030. O dado consta do relatório World Energy Outlook 2015, divulgado recentemente pela Agência Internacional de Energia (AIE).

Em 2014, as energias renováveis responderam por quase metade de todas as novas usinas construídas no mundo, de acordo com o levantamento.

Para o diretor-executivo da AIE, Fatih Birol, o relatório é um indicativo da consolidação da indústria de energia renovável. "Ela não é mais um nicho, tornou-se um combustível mainstream", destacou ele ao jornal The Guardian.

 
Instituto Ecofuturo lança e-book sobre prática de educação ambiental

Instituto Ecofuturo lança e-book sobre prática de educação ambiental

O Instituto Ecofuturo, que busca produzir e disseminar conteúdo para a construção de uma cultura de sustentabilidade, lançou em seu portal na segunda-feira, 18 de novembro, o livro digital Atividades em Áreas Naturais, da ambientalista Rita Mendonça.

A publicação foi elaborada pensando nas relações com a natureza e aborda uma série de possibilidades vivenciais, para que essa relação do contato direto, sensível e livre seja parte do nosso processo de desenvolvimento.

 
Governo zera imposto de importação para carro elétrico e a hidrogênio

Governo zera imposto de importação para carro elétrico e a hidrogênio

O governo federal zerou o Imposto de Importação para automóveis movidos unicamente a eletricidade ou hidrogênio, que tinham alíquota de 35%. A resolução foi publicada na terça-feira (27/10) pela Câmara de Comércio Exterior (Camex) no Diário Oficial da União.
A medida em vigor exige autonomia de pelo menos 80 quilômetros com uma carga. Serão beneficiadas unidades importadas, desmontadas ou semidesmontadas.

Além disso, os modelos híbridos, que trabalham com propulsor elétrico aliado a outro tradicional a combustão, continuarão com alíquota entre zero e 7%, dependendo da cilindrada e da eficiência energética.

A Camex já havia reduzido o tributo dos veículos híbridos sem tecnologia de recarga externa (com motor a combustão) em setembro do ano passado. A novidade agora é ampliação para os híbridos com recarga na tomada. Os modelos híbridos com incentivo fiscal podem levar até 6 pessoas e não podem ultrapassar 3.0 litros do motor a combustão.

 
Adesão de brasileiros a energia solar e eólica ultrapassa marca de 1.000 conexões

Adesão de brasileiros a energia solar e eólica ultrapassa marca de 1.000 conexões

A geração distribuída de energia superou em outubro a marca de 1.000 adesões de consumidores. Ao todo, são 1.125 conexões no País que representam potência instalada de 13,1 megawatts (MW). A fonte mais utilizada pelos consumidores é a solar com 1.074 adesões, seguida da eólica com 30 instalações, de acordo com informações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Veja o gráfico que apresenta o número de conexões por fonte e tabela que apresenta a potência instalada desses geradores em quilowatts (kW).

Atualmente, o estado que possui mais micro e minigeradores é Minas Gerais com 213 conexões, seguido de Rio de Janeiro com 110 e Rio Grande do Sul com 109. Veja aqui.

 
Renováveis responderão por 26% da energia mundial até 2020

Renováveis responderão por 26% da energia mundial até 2020

As fontes renováveis serão as grandes responsáveis pelo aumento da capacidade energética global até 2020, segundo relatório da Agência Internacional de Energia (IEA) divulgado em outubro. Elas responderão por dois terços de todo o aumento previsto para esse período. O levantamento foi apresentado a ministros de energia dos países que compõem o G20 – como Brasil, Argentina, China, Japão, Estados Unidos e União Europeia.

A projeção é que, nos próximos cinco anos, as fontes renováveis acrescentem ao sistema 700 gigawatts (GW) – número que, segundo o órgão, equivale a mais que o dobro da atual capacidade energética do Japão. Vale ressaltar que mais da metade desse aumento não virá das hidrelétricas, mas de parques eólicos (que aproveitam a força dos ventos para gerar eletricidade), e de usinas fotovoltaicas (que usam a luz do sol).

 
11 documentários para construir um novo olhar sobre a questão ambiental

11 documentários para construir um novo olhar sobre a questão ambiental

Como dizia o ditado, "uma imagem vale mais do que mil palavras”. Documentários, apesar de terem a premissa de retratarem a "realidade", também são filmes e, portanto, construções audiovisuais que a mostram a partir de certos pontos de vista. Mesmo assim, eles podem ter o poder de sensibilizar o espectador ao mesmo tempo em que informam. O poder da imagem e a combinação com uma boa direção podem fazer com que as pessoas percebam a dimensão de questões que não aparecem tanto no dia a dia.

Às vezes, matérias de sites e jornais não mostram, por exemplo, os efeitos de ações não amigáveis ao meio ambiente de forma sensorial; mas após ouvir e assistir ao impactante conjunto de sons e imagens, é difícil não se sentir mais envolvido com a causa. Se você tem interesse em mudar sua postura, um bom início é ter contato com esse universo de boas produções que também podem ser informativas.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 2 de 87