.

.

.

Pesquise no Site

Boletim Sustentável

Preencha seu e-mail abaixo para receber nossa newsletter:

.

.

Mundo da Sustentabilidade
App encontra donos para cachorros abandonados

App encontra donos para cachorros abandonados

Não faltam estudos que mostrem como a relação entre homem e cão é benéfica para os dois. Já foi provado que os cães realmente amam seus donos e que crianças chegam a preferir o contato com os pets a lidar com os irmãos, em momentos delicados. Mesmo assim, a Organização Mundial da Saúde estima que existam mais de 30 milhões de animais abandonados só no Brasil, dos quais 20 milhões são cachorros e 10 milhões, gatos. Um estudo da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP em parceria com a prefeitura estima que 2,5 milhões de cães e 562 mil gatos domésticos estão abandonados só em São Paulo.

 
Descoberto o primeiro peixe de sangue quente

Descoberto o primeiro peixe de sangue quente

Um estudo da Agência Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA), órgão dos Estados Unidos, revelou a Opah como a primeira espécie de peixe composto inteiramente por sangue quente, dando-lhe vantagem competitiva nas profundezas frias do oceano. Enquanto mamíferos e aves em geral mantêm a temperatura do corpo alta, o opah é o primeiro peixe que consegue fazer o mesmo.

O peixe prateado, do tamanho de um pneu de automóvel, pode ser encontrado em quase todos os oceanos. Mas é principalmente achado no Caribe, nos Estados Unidos e na Argentina. Ele vive centenas de pés abaixo da superfície, em águas frias mal iluminadas.

 
Liderança para Transição: Escola Schumacher Brasil abre inscrições para programa de três meses

Liderança para Transição: Escola Schumacher Brasil abre inscrições para programa de três meses

São muitos os desafios do novo milênio. A sociedade global vive uma crise ambiental, social, econômica e espiritual. Para enfrentar este difícil cenário, serão necessários também novos tipos de líderes: pessoas engajadas em mudanças nestes diferentes setores, que busquem ampliar sua visão e prioridades sobre o mundo.

Com foco neste público, a Escola Schumacher Brasil vai oferecer o programa "Liderança para Transição". O curso inclui aulas presenciais em São Paulo e na sede da instituição internacional, na Inglaterra. A duração será de três meses, com início em setembro e término em dezembro.

 
Quanto custa um smartphone para o planeta? É 'salgado'

Quanto custa um smartphone para o planeta? É  salgado

O mercado global de smartphones não para de crescer. Com quase um bilhão de aparelhos produzidos por ano, estes pequenos computadores de bolso revolucionam a forma como vivemos. Apesar do tamanho diminuto, eles também requerem grande quantidade de matérias-primas para serem produzidos, além de água, terra e outros recursos naturais.

Estudo feito pela consultoria ambiental Trucost para a ONG Friends of the Earth traz alguns dos números invisíveis da pegada ecológica da produção desses aparelhos. Segundo a pesquisa, a produção de um smartphone genérico demanda nada menos do que 18m² de terra e 12.760 litros de água (o equivalente a cerca de 160 banhos pelos cálculos da ONG).

 
Seis plantas medicinais para ter em casa

Seis plantas medicinais para ter em casa

Quem nunca tomou um chá de camomila antes de dormir? O uso terapêutico das plantas existe há milênios. A farmacopeia do Egito Antigo, de 2.600 a.C., já indicava o uso de mais de 700 espécies. Hoje, conhecem-se cerca de 50 mil espécies medicinais. Com o tempo, graças ao aprofundamento nos conhecimentos da botânica e da farmacologia, foi possível esmiuçar os diferentes efeitos dessas plantas.

Nesta semana, chegou ao Brasil um dos trabalhos mais completos já feitos sobre o assunto, o livro Plantas Medicinais em Casa: a ajuda mais natural para cada ocasião (tradução de Téo Lorent; Escrituras Médicas; 240 páginas; 49 reais). As autoras, a farmacêutica María Tránsito López e a jornalista Carlota Máñez, ambas espanholas, apresentam 130 plantas que podem ser utilizadas para tratar os mais diversos problema de saúde.

 
Carro autônomo do Google poderá entender sinais de ciclistas

Carro autônomo do Google poderá entender sinais de ciclistas

Os carros autônomos do Google, desenvolvidos pela empresa desde 2005, serão capazes de reconhecer sinais feitos por ciclistas, ajudando o veículo a desviar deles. O anúncio demonstra o progresso no sistema de navegação do automóvel, que identifica pessoas, animais e objetos a fim de evitar acidentes na via.

O sistema operacional do automóvel utiliza dispositivos como câmeras, sensores e radares que garantem uma navegação segura. Exemplo disso é a capacidade que o sistema tem de reconhecer movimentos - como sinais das mãos - dos ciclistas e de agir de acordo com a situação, seja para reduzir a velocidade ou desviar.

 
Nova bateria Powerwall, da Tesla, está esgotada até 2016

Nova bateria Powerwall, da Tesla, está esgotada até 2016

Mal se passou uma semana desde que Elon Musk, mente por trás da Tesla, anunciou a Powerwall - uma bateria que promete revolucionar a forma de prover energia limpa para casas e escritórios por um dia inteiro - e a novidade está esgotada até meados de 2016. No entanto, ainda é possível fazer pedidos do produto, revelou o CEO na última quarta-feira (6), em conferência telefônica com a imprensa.

Durante esse período, foram realizadas 38 mil reservas para o sistema que abastece casas, que começará a ser comercializado no final do ano, e 2,5 mil reservas para outra versão do sistema, com baterias maiores, de escala comercial.

 
Prédios vizinhos ao Minhocão de SP podem ganhar jardins verticais

Prédios vizinhos ao Minhocão de SP podem ganhar jardins verticais

Uma das áreas mais cinzas da cidade de São Paulo, o Elevado Costa e Silva, está prestes a ficar mais verde. Isso porque a Prefeitura pretende instalar jardins verticais em edifícios no entorno do famoso Minhocão, de acordo com decreto publicado no Diário Oficial do município nesta quarta-feira.

São elegíveis apenas prédios a até uma quadra de distância do viário, que devem ter empenas cegas - aqueles paredões dos prédios que não possuem janelas. Na região, o Movimento 90º, que reúne pessoas que defendem cidades mais verdes, identificou 140 condomínios nestas condições. Se todos recebessem jardins verticais, a área plantada equivaleria a nove campos de futebol.

 
Animais marinhos de regiões tropicais correm maior risco de extinção

Animais marinhos de regiões tropicais correm maior risco de extinção

Uma pesquisa da Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos, se propôs a estimar quais animais correriam mais risco de extinção no futuro. A resposta mostra que os principais prejudicados serão de espécies marinhas que habitam pontos dos trópicos, como o Caribe e a região Indo-Pacífico.

Para chegar a essa conclusão, os estudiosos analisaram registros fósseis dos últimos 23 milhões de anos para estabelecer uma "taxa natural de extinção" e então acrescentaram à equação o fator humano, em especial o aquecimento global que acometeu o planeta em consequência das ações do homem. Autor do estudo e professor de biologia da Universidade de Berkeley, Seth Finnegan conversou com o site de Veja sobre o trabalho.

 
Chernobyl: o maior acidente nuclear da história faz 29 anos

Chernobyl: o maior acidente nuclear da história faz 29 anos

A Ucrânia homenageia, neste domingo, as vítimas da tragédia de Chernobyl, que completa 29 anos.

Conhecido como o pior acidente nuclear da história, com classificação 7, nível máximo na escala da Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea), a catástrofe de Chernobyl ocorreu em 1986 durante um teste de sistema no reator 4 da central nuclear, perto da cidade de Pripyat, na antiga República Socialista Soviética da Ucrânia.

 
Poluição do ar pode causar danos ao cérebro, alerta pesquisa

Poluição do ar pode causar danos ao cérebro, alerta pesquisa

Asma, problemas de coração, câncer de pulmão, rinites e bronquites... A longa lista de complicações de saúde associadas à poluição do ar nas grandes cidades, adicione mais uma: danos ao cérebro.

É o que aponta uma pesquisa da Harvard Medical School, publicada no periódico científico Stroke.

Segundo o estudo, a exposição de longo prazo à poluição urbana pode ser associada à algumas mudanças estruturais no cérebro, capazes de afetar negativamente seu funcionamento.

 
Oportunidade: bolsa de estudos para mestrado em conservação e desenvolvimento sustentável

Oportunidade: bolsa de estudos para mestrado em conservação e desenvolvimento sustentável

A Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade (Escas), do Instituto de Pesquisas Ecológicas (Ipê), em Nazaré Paulista (SP), está com inscrições abertas até 15/5 para a turma de agosto do Mestrado Profissional em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável. E a instituição ainda oferece cinco bolsas parciais de estudos.

Reconhecido pelo MEC, o curso é voltado para todas as áreas de graduação. No entanto, as bolsas de estudo são destinadas apenas aos candidatos com formação na área biológica, pois as bolsas estão vinculadas ao projeto Desenvolvimento de Tecnologias para Valoração de Serviços Ecossistêmicos e do Capital Natural em Programas de Meio Ambiente, que além de trabalho em campo, envolverá análises em laboratório.

 
Google Maps mostra ciclovias em diversas cidades brasileiras

Google Maps mostra ciclovias em diversas cidades brasileiras

O Google Maps já está testando seu recurso para mostrar as faixas exclusivas, ciclovias e trilhas para bicicletas em diversas cidades brasileiras.

O recurso está disponível desde o início desse ano no Brasil, mas em 2010 ele já havia sido lançado nos Estados Unidos e em 2012 também foram incluídas as ciclovias da Europa e Austrália.

Para visualizar os locais adequados para andar com o veículo, basta o usuário acessar o mapa pelo navegador e clicar na opção “De bicicleta” no menu da lateral esquerda. No entanto, ainda não é possível traçar rotas de um local a outro com o recurso.

 
Uma única moradia

Uma única moradia

O termo grego, oikos, designa “moradia” ou “casa” e se encontra na raiz dos termos “economia” (oikos nomos) e “ecologia” (oikos logos), lembrando-nos com isso que a Terra é um único lar para todos nós, porque habitamos uma única moradia.
A esse respeito, muito apropriadamente o educador canadense Herbert M. McLuhan (1911-1980), disse certa vez o seguinte: “Na espaçonave Terra não há passageiros. Todos somos tripulantes”. Portanto, na verdade, todos somos hóspedes da “Casa da Vida”, do Planeta Terra que nos acolhe.
Ter essa noção de que somos participantes (e não os donos) do Planeta Terra ajuda a disseminar a consciência que precisamos para tratar com mais cuidado a Mãe Natureza.

 
Uso de agrotóxicos subiu 162% em 12 anos, mostra pesquisa

Uso de agrotóxicos subiu 162% em 12 anos, mostra pesquisa

O setor agrícola brasileiro comprou, no ano de 2012, 823.226 toneladas de agrotóxicos – muitos deles, proibidos em outros países. De 2000 a 2012, o aumento em toneladas compradas foi 162,32%. Os dados estão no Dossiê Abrasco – Um Alerta sobre os Impactos dos Agrotóxicos na Saúde, lançado no dia 28/4 pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), em evento na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

“Desde 2009, o Brasil assumiu a posição de primeiro consumidor mundial de agrotóxico. O consumo daria 5,5 quilos por brasileiro por ano”, disse o diretor da Associação Brasileira de Agroecologia (ABA), Paulo Petersen.

 
Animais selvagens são tema de curso de pós-graduação na Unesp

Animais selvagens são tema de curso de pós-graduação na Unesp

A Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Botucatu, está concluindo a criação do Programa de Pós-Graduação em Animais Selvagens, nos níveis Mestrado e Doutorado.

O novo programa já foi aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Iniciará suas atividades com conceito 4, conferido pela Capes a partir de avaliação de critérios como produtividade científica do corpo docente, estrutura disponível e o ineditismo da proposta.

 
Pós-doutorado em Ecologia na Unesp, com Bolsa da FAPESP

Pós-doutorado em Ecologia na Unesp, com Bolsa da FAPESP

O projeto temático "Consequências ecológicas da defaunação na Mata Atlântica", apoiado pela FAPESP no âmbito do Programa BIOTA-FAPESP, tem uma oportunidade de bolsa de pós-doutorado no Instituto de Biociências da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus Rio Claro.

O objetivo principal do projeto é investigar os efeitos da defaunação em cascatas tróficas.

A vaga está aberta a brasileiros e estrangeiros e a data-limite para inscrições é 13 de maio de 2015. O resultado da seleção será informado em 13 de junho de 2015, devendo o candidato selecionado estar apto a iniciar as atividades tão logo sejam finalizados os trâmites de sua aprovação.

 
Anvisa simplifica importação de derivados do canabidiol

Anvisa simplifica importação de derivados do canabidiol

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) definiu novos critérios para simplificar a importação de produtos à base de canabidiol, um dos derivados da maconha, em casos de tratamentos de saúde.

Com a nova norma, definida no dia 22/4, a agência passará a adotar uma lista de produtos para os quais a importação será facilitada. Até agora, cinco deles, que representam cerca de 95% das importações já realizadas, fazem parte da lista.

 
Desmatamento na Amazônia cresce 195% em março, em relação ao mesmo período de 2014, diz Imazon

Desmatamento na Amazônia cresce 195% em março, em relação ao mesmo período de 2014, diz Imazon

Último relatório divulgado pelo Instituto Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon)* aponta que o desmatamento na Amazônia Legal, área que compreende nove estados brasileiros e corresponde a quase 60% do território do país, atingiu 58 km2 em março. No mês anterior, tinham sido desmatados 42 km2 de florestas.

Em março de 2014, entretanto, o desmatamento registrado pelo Imazon foi muito menor: 20 km2 . Isso significa que na comparação com o mesmo mês do ano anterior, houve aumento de 195% na taxa de corte raso da floresta.

 
Corante extraído do açafrão pode ser útil no combate à dengue

Corante extraído do açafrão pode ser útil no combate à dengue

Um composto extraído da raiz da cúrcuma (Curcuma longa L.), também conhecida como açafrão-da-índia, está sendo testado com sucesso por pesquisadores da cidade de São Carlos (SP) no combate às larvas do mosquito transmissor da dengue.

A pesquisa está sendo conduzida no Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica (Cepof), um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP, sob coordenação do professor da Universidade de São Paulo (USP) Vanderlei Bagnato.

“A curcumina, uma das substâncias que conferem a cor alaranjada ao açafrão, possui propriedades fotodinâmicas naturais. Na presença da luz, ela induz a produção de espécies reativas de oxigênio, que são altamente tóxicas”, disse Bagnato.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 10 de 89