.

.

.

Pesquise no Site

Boletim Sustentável

Preencha seu e-mail abaixo para receber nossa newsletter:

.

.

Mundo da Sustentabilidade
No Brasil, 80 mil toneladas de resíduos sólidos são descartadas de forma inadequada todos os dias

No Brasil, 80 mil toneladas de resíduos sólidos são descartadas de forma inadequada todos os dias

Cerca de 80 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos são descartadas de forma inadequada no Brasil todos os dias, correspondendo a mais de 40% do lixo coletado. Mesmo com aumento de 6,2% ao ano do volume de resíduos dispostos de forma adequada, “esse índice tem evoluído a passos lentos, e o volume absoluto de resíduos dispostos de forma inadequada tem aumentado gradativamente”, afirma o representante do Instituto Ekos Brasil, Ricardo Scacchetti.

Para discutir o assunto, o Instituto Ekos Brasil vai reunir, com apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PnuD), especialistas dos setores público, privado e do terceiro setor, no Seminário de gestão de resíduos sólidos urbanos, dia 27 de agosto, em Brasília. O evento pretende debater a importância do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e o planejamento para implantação e financiamento da gestão sobre o tema.

 
Conheça a bolsa feita com frutas que seriam descartadas

Conheça a bolsa feita com frutas que seriam descartadas

O desperdício de alimentos é um dos grandes problemas (e absurdos) dos nossos tempos. Estima-se que 1,3 bilhão de toneladas de alimentos, ou aproximadamente 30% da produção mundial, seja perdida ou desperdiçada anualmente, segundo dados da ONU.

Com base nesses dados, alunos de design do Willem de Kooning Academie, no sul da Holanda, criaram acessórios de uso comum feitos a partir de frutas que iriam para o lixo.

Eles desenvolveram bolsas feitas de mangas, sacolas de compras derivadas de nectarinas e até abajures criados com polpa de pêssegos.

 
Para conter poluição, Holanda terá o maior purificador de ar do mundo

Para conter poluição, Holanda terá o maior purificador de ar do mundo

Uma a cada oito mortes no mundo é causada pela exposição ao ar poluído, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Só em 2012, cerca de 7 milhões de pessoas morreram devido à poluição atmosférica, duas vezes mais do que as estimativas anteriores. De acordo com a agência da ONU, esta é a principal causa ambiental de riscos à saúde.

Ao pensar em dados preocupantes como esses, o designer Daan Roosegaarde criou o protótipo de um purificador de ar que deverá ser construído em setembro na cidade de Roterdã (Holanda). Desenhado em forma de torre, o aparelho de 6,5 metros será o maior purificador de ar do mundo.

 
Austrália anuncia intenção de reduzir emissões de CO2 em 26% até 2030

Austrália anuncia intenção de reduzir emissões de CO2 em 26% até 2030

A Austrália, um dos maiores poluidores mundiais per capita, planeja reduzir suas emissões de CO2 em ao menos 26% até 2030 em relação aos níveis de 2005, anunciou na terça-feira, 11 de agosto, o primeiro-ministro, Tony Abbott, cuja fama de "cético do clima" já foi noticiada aqui no EcoD.

Abbott destacou a determinação de seu governo em buscar um equilíbrio entre objetivos ambientais e econômicos. "É um bom objetivo, sólido, responsável do ponto de vista econômico, responsável do ponto de vista ambiental", ressaltou a agência France Presse.

 
Setor energético brasileiro quadruplica emissões de carbono, revela relatório

Setor energético brasileiro quadruplica emissões de carbono, revela relatório

O setor de energia (que inclui produção e consumo de combustíveis e energia elétrica) brasileiro quadruplicou seus níveis de emissões dos gases de efeito estufa entre 1970 e 2013, respondendo ao final deste período por 29% do total de CO2 despejado na atmosfera pelo País. Os dados constam de uma análise ampliada divulgada nesta terça-feira, 11 de agosto, pelo Observatório do Clima (OC) ? rede que reúne 37 entidades da sociedade civil com o objetivo de discutir as mudanças climáticas no contexto nacional.

Segundo o OC, nenhum outro setor teve crescimento tão acelerado e em níveis tão altos de emissão. A análise permite traçar uma curva de emissões brasileiras em toda a economia e projetá-las para os próximos anos. O resultado é preocupante: embora o Brasil ainda tenha chance de cumprir a meta proposta em 2009 (de reduzir suas emissões em 2020 em relação à tendência), tudo indica que daqui a cinco anos essa trajetória será ascendente.

 
Cientistas descobrem material capaz de transformar CO2 em combustível

Cientistas descobrem material capaz de transformar CO2 em combustível

Um novo material que não apenas captura o dióxido de carbono (CO2) - gás que mais contribui para as mudanças climáticas - mas também o converte em combustível. Assim é o tetrâmetro de cobre, descoberto recentemente pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos.

O novo composto consiste em pequenos grupos de quatro átomos de cobre, unidos por uma camada fina de óxido de alumínio.

Os tetrâmeros de cobre se ligam ao CO2 e ajudam a acelerar sua conversão em metanol, que pode ser armazenado ou queimado em forma de combustível.

 
Geólogos descobrem túnel de animais extintos na região amazônica

Geólogos descobrem túnel de animais extintos na região amazônica

A primeira toca de preguiças gigantes da região amazônica, extintas há milhares de anos na América do Sul, foi descoberta no último mês por pesquisadores do Serviço Geológico do Brasil. A caverna já era conhecida por moradores da região de Ponta do Abunã, em Rondônia, mas não havia sido classificada como paleotoca, ou seja, cavada por animais extintos.

De acordo com o geólogo Amilcar Adamy, responsável pela descoberta, a paleotoca existe há pelo menos 10 mil anos e tem no mínimo 100 metros de extensão. A toca tem marcas de garra que indicam que foi escavada por espécies de grande porte.

 
Lâmpada criada por engenheira precisa de apenas água com sal para iluminar

Lâmpada criada por engenheira precisa de apenas água com sal para iluminar

Mais de 1,3 bilhão de pessoas vivem sem energia elétrica em todo o mundo, segundo dados do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma). Como se não bastasse esse dado alarmante, ainda há mais de 670 milhões de lâmpadas alimentadas por querosene - que além de caras, representam riscos tanto à saúde humana como ao meio ambiente de forma geral, devido à poluição atmosférica.

Ao pensar nisso, a engenheira Aisa Mijena desenvolveu uma fonte de luz de baixo custo, que precisa de apenas um copo d’água e duas colheres de sopa de sal – dosagem que garante oito horas de luz.

 
Facebook anuncia drone gigante alimentado por energia solar para levar internet a áreas remotas

Facebook anuncia drone gigante alimentado por energia solar para levar internet a áreas remotas

A rede social Facebook anunciou nesta quinta-feira, 31 de julho, que construiu um drone gigante capaz de voar a uma altura de até 27,5 quilômetros para levar a internet a áreas remotas do planeta.

O veículo aéreo não tripulado, chamado Aquila, é alimentado por energia solar e pode permanecer no ar por um período de 90 dias.

O projeto está integrado a iniciativa Internet.org, por meio da qual o Facebook quer facilitar o acesso à internet nos países em desenvolvimento.

 
Google Street View também vai medir a qualidade do ar que respiramos

Google Street View também vai medir a qualidade do ar que respiramos

Conhecido por permitir a exploração dos mais diversos lugares do mundo através de imagens panorâmicas, o Google Street View agora vai medir a qualidade do ar que respiramos nas cidades.

Recentemente, o Google fechou uma parceria com a Aclima, uma empresa americana que desenvolve tecnologias ambientais, para equipar seus carros com sensores capazes de monitorar a concentração de poluição na atmosfera.

A investida abre caminho para a geração de mapas de alta resolução sobre a qualidade do ar nas cidades e promete aumentar o entendimento sobre o fluxo dos principais poluentes em nível local.

 
Mundo terá 9,7 bilhões de habitantes em 2050

Mundo terá 9,7 bilhões de habitantes em 2050

Mais de 7 bilhões de pessoas vivem no mundo atualmente e o crescimento populacional continuará pelas próximas décadas. Em 2050, serão 9,7 bilhões de habitantes e no ano de 2100, o planeta deverá ter 11,2 bilhões de pessoas. A projeção é das Nações Unidas, que apresentou nesta quarta-feira, 29 de julho, uma revisão da sua estimativa de crescimento populacional. O aumento pode ser atribuído a uma pequena lista de países com altos índices de fertilidade, especialmente na África.

Até 2050, nove países vão concentrar metade do crescimento populacional: Índia, Nigéria, Paquistão, República Democrática do Congo, Etiópia, Tanzânia, Estados Unidos, Indonésia e Uganda.

 
Mais saudável, pó extraído de planta pode substituir sal de cozinha

Mais saudável, pó extraído de planta pode substituir sal de cozinha

Um tipo de sal que tem três vezes menos cloreto de sódio, evita o envelhecimento das células, combate o colesterol e até alguns tumores. Assim é o sal verde - pó extraído da espécie Sarcocornia ambigua - pequena planta encontrada em regiões litorâneas de Santa Catarina que pode ser uma alternativa saudável para o vilão da pressão alta, o sal de cozinha.

Atualmente, pesquisadores da Epagri e da Universidade Federal de Santa Catarina estudam a viabilidade econômica da planta e como produzir em escala.

A planta foi descoberta há quase 10 anos pela bióloga e fitoterapeuta Cecilia Cipriano Osaida e pelo pesquisador da Epagri na época, agora aposentado, Amaury Silva Júnior.

 
Esgoto tratado favorece agricultura e poupa água para consumo, mostra estudo

Esgoto tratado favorece agricultura e poupa água para consumo, mostra estudo

O emprego da água de esgoto tratado (efluente) na agricultura aumenta a produtividade, segundo estudo do Núcleo de Pesquisa em Geoquímica e Geofísica da Litosfera da Universidade de São Paulo (USP). Pesquisadores testaram, durante 15 anos, as vantagens do uso dessa água, que contém minerais e nutrientes como nitrogênio e fósforo, importantes no desenvolvimento das plantas.

Para o professor de geoquímica e ambiente da USP, Adolpho Melfi, a água usada atualmente na irrigação das lavouras pode ser substituída com segurança pelo efluente, o que pouparia água potável importante no abastecimento das cidades. “A agricultura utiliza praticamente 70% da água que poderia ser para o consumo humano”, explica ele. Atualmente, o efluente só pode ser usado na lavagem de ruas e irrigação de jardins, por não haver legislação que autorize o seu uso no campo.

 
Temperatura global média atingiu recorde nos seis primeiros meses de 2015

Temperatura global média atingiu recorde nos seis primeiros meses de 2015

De janeiro a junho de 2015, a temperatura global média sobre superfícies terrestres e oceânicas foi a mais quente já registrada, relatou na terça-feira, 21 de julho, a Organização Meteorológica Mundial (OMM), citando novas máximas em todo o planeta em junho, com ondas de calor no sul da Ásia, Europa e bolsões nos Estados Unidos.

Ao longo dos últimos seis meses a temperatura média foi de 0,85ºC acima da média do século 20, disse a porta-voz da OMM, Clare Nullis, durante coletiva de imprensa em Genebra (Suíça). Na ocasião, ela acrescentou que a maior preocupação está no aquecimento dos oceanos que cresce constantemente de acordo com dados fornecidos pela Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos Estados Unidos (NOAA).

 
Torre criada por arquiteto coleta água a partir do ar e já beneficia comunidades

Torre criada por arquiteto coleta água a partir do ar e já beneficia comunidades

Pelo menos um terço da população mundial – cerca de 2,4 bilhões de pessoas – ainda não consome água tratada, segundo relatório da Unicef e da World Health Organization (WHO) divulgado em junho. Mas um projeto criado na Itália pode ajudar a ampliar o acesso a água potável em locais afetados pela falta de chuvas.

O arquiteto e designer italiano Arturo Vittori criou uma espécie de torre de cerca de 10 metros de altura que coleta água adequada para beber a partir do ar. Batizado de WarkaWater, o projeto foi concebido para comunidades rurais em áreas da Etiópia, na África, que sofrem com a escassez de água limpa.

 
Resíduos dão desconto na conta de luz em São Paulo

Resíduos dão desconto na conta de luz em São Paulo

Um programa criado pela concessionária AES Eletropaulo permite que qualquer cliente doméstico de São Paulo troque resíduos recicláveis por desconto na conta de luz. A iniciativa, que já deu quase R$ 200 mil em descontos nas tarifas, paga cerca de R$ 2 por quilo de latinhas de alumínio. Garrafas PET valem R$ 0,21/ kg. Jornais e revistas velhos ou papéis de rascunho, R$0,09/kg.

Há pouco mais de um ano, a dona de casa Sueli Fazolin, de 54 anos, paga parte da conta de luz com lixo. Garrafa de refrigerante, lata de cerveja, caixa de leite viraram dinheiro graças à rotina semanal de separar e entregar as embalagens em um dos nove pontos de coleta. Ela sentiu pouco os sucessivos aumentos que, desde o início do ano, quase dobraram o preço da energia.

 
Asfalto pode dar lugar a plástico reciclado nas ruas da Holanda

Asfalto pode dar lugar a plástico reciclado nas ruas da Holanda

Benefícios como maior durabilidade, eficiência e menos tempo de manutenção - e consequentemente menos obras e engarrafamentos - têm feito com que a Holanda estude, atualmente, substituir o asfalto de suas ruas e avenidas por plástico reciclado.

Batizado de PlasticRoad, o modelo desenvolvido por uma subdivisão da empresa holandesa VolkerWessels, utiliza apenas material reciclado como matéria-prima para a produção das seções da estrada, que podem ser pré-fabricadas.

A empresa garante que o material aguenta temperaturas mais elevadas, resistindo a um calor de até 80°C.

 
Estudantes desenvolvem tijolo ecológico e mais barato que o convencional

Estudantes desenvolvem tijolo ecológico e mais barato que o convencional

A indústria de tijolos da Índia conta com mais de 100 mil fornos e produz até 2 milhões de tijolos por ano, o que também representa uma grande fonte de poluição.

Além das más condições de trabalho, os fornos liberam grandes quantidades de carvão e diesel na atmosfera, contribuindo com as emissões de gases de efeito estufa.

Ao pensar nisso, uma equipe de alunos do MIT desenvolveu um tijolo ecológico, que não requer emissões de CO2.

 
Principal desafio das novas metas da ONU será tirar 1 bilhão de pessoas da extrema pobreza

Principal desafio das novas metas da ONU será tirar 1 bilhão de pessoas da extrema pobreza

“O principal desafio para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) será tirar mais de um bilhão de pessoas da extrema pobreza e abordar as desigualdades ao mesmo tempo em que utilizamos os recursos necessários para uma população estimada em 8 bilhões de pessoas em 2030 – em termos de energia, terra, água, comida e abastecimento de matérias”, afirmou o diretor-executivo do Pnuma e subsecretário-geral da ONU, Achim Steiner.

A declaração do representante se soma as preocupações do Painel Internacional de Recursos do Pnuma (IRP) que alertou na segunda-feira, 6 de julho, que sem uma gestão sensata dos recursos naturais como parte integral das medidas políticas, os ODS não cumprirão seu propósito fundamental: acabar com a extrema pobreza até 2030 e abordar todos os aspectos do desenvolvimento sustentável.

 
Livro: SUSTENTABILIDADE: Origem e Fundamentos Educação e Governança Global Modelo de Desenvolvimento de Reinaldo Dias

Livro: SUSTENTABILIDADE: Origem e Fundamentos Educação e Governança Global Modelo de Desenvolvimento de Reinaldo Dias

A questão fundamental que agora vem à tona no debate atual é como os seres humanos podem usufruir legitimamente do ambiente natural sem destruí-lo. A crise ambiental não é um termo qualquer. É um conceito amplamente aceito e reflete uma realidade que se caracteriza como um momento crítico, a encruzilhada em que a humanidade se encontra, cheia de incertezas, mas que exige uma urgente tomada de decisões.

A responsabilidade da atual situação deve recair sobre o modelo atual de crescimento, que está orientado pelo capitalismo predatório, para o qual o principal objetivo está na busca do lucro, e isto condiciona todo o resto, quer seja a natureza ou os próprios seres humanos que se convertem, na lógica do sistema, em mercadoria que pode ser explorada.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 8 de 89