Pesquise no Site

Boletim Sustentável

Preencha seu e-mail abaixo para receber nossa newsletter:

.

.

Aparecimento de peixes do fundo do mar faz Japão temer novo tsunami

Nesta semana, dois peixes grandes, de até 11 metros de comprimento, apareceram vivos na costa do Japão. De acordo com a lenda tradicional japonesa, a aparição desses animais pode indicar que um tsunami ou terremoto acontecerá em breve.

Conhecido popularmente como peixe-remo ou peixe regaleco (Regalecus glesne), o animal é tido como o “Mensageiro do Palácio do Mar de Deus” e sua aparição na superfície, segundo a lenda, pode indicar um mau presságio — esse peixe normalmente vive no fundo do mar, podendo vir a superfície quando está doente ou morrendo.

Nos últimos meses, vários peixes dessa mesma espécie apareceram no Japão. Fiéis à lenda dizem que dezenas de peixes surgiram na costa do país meses antes do terremoto de Fukushima em 2011 e do tsunami que aconteceu depois dele — mais de 20 mil pessoas morreram nesse desastre.

Na época, o terremoto de Fukushima atingiu a magnitude 9 na escala Richter, sendo considerado um dos maiores já registrados.

Enquanto especialistas tentam entender as razões que levaram o peixe-remo a aparecer na superfície, usuários das redes sociais no Japão dizem que os avistamentos representam um desastre.

“Isto é, sem dúvida, evidência de um precursor de um terremoto. E se estiver no Nankai Trough [uma área suscetível aos movimentos das placas tectônicas], pode ser um grande terremoto”, escreveu um usuário do Twitter.

Em entrevista à CNN, Kazusa Saiba, tratador do Aquário Uozu, disse que “não há nenhuma evidência científica para a teoria de que os peixes aparecem antes de grandes terremotos”. Ainda assim, Saiba diz que não se pode negar “100 por cento essa possibilidade”.

Uma das razões dadas por especialistas para o aparecimento desses animais é o aquecimento global, fenômeno que vem, nos últimos anos, impactando na vida marinha e selvagem.

Fonte:

Redação
Galileu
21/02/2019