Parcerias

Curtir no Facebook

.

.

Pesquise no Site

Boletim Sustentável

Preencha seu e-mail abaixo para receber nossa newsletter:

.

.

Sociedade com custo marginal zero - A internet das coisas, os bens comuns colaborativos e o eclipse do capitalismo

Na segunda metade do século XXI, a economia mundial será híbrida e um sistema colaborativo estará convivendo com um capitalismo cada vez menos importante.

A previsão provocativa é do americano Jeremy Rifkin, que acaba de publicar seu novo livro em português: Sociedade com custo marginal zero - A internet das coisas, os bens comuns colaborativos e o eclipse do capitalismo.

Depois de uma série de bestsellers sobre os impactos da tecnologia na economia, ele foi além e vislumbrou um futuro no qual a lógica colaborativa da internet tomou conta de quase todo o sistema.

Em outras palavras: depois de séculos nos quais o capitalismo conseguiu levar várias dimensões da vida humana para a esfera econômica, o processo começou a se reverter.

Tese

Para Rifkin, isso é fruto do próprio dinamismo do sistema. A busca incessante por produtividade teve tanto sucesso que levará a um ponto no qual o custo marginal - ou seja, o custo de produzir uma unidade adicional de algum determinado produto ou serviço - beira zero.

Isso apareceu primeiro em indústrias como a do entretenimento e comunicação, completamente modificadas pela internet, mas já começa a ficar claro em outros campos.

Na educação, cursos online permitem que um professor ensine milhões de alunos de uma vez. Na manufatura, impressoras 3D criam uma geração de "prosumidores" - produtores e consumidores ao mesmo tempo.

O resultado: "lucros corporativos estão começando a secar, os direitos de propriedade estão se enfraquecendo e uma economia baseada na escassez está dando espaço a uma economia da abundância", escreve Rifkin.

Tecnologia, energia e trabalho


Do lado da tecnologia, isso é possível graças à "internet das coisas". Em um futuro próximo, bilhões de sensores conectando tudo e todos estarão alimentado uma infraestrutura inteligente de informações compartilhadas e eficiência total.

Estes avanços de produtividade vão afetar metade da economia global até 2025, de acordo com um estudo da General Electric citado por Rifkin.

Ele defende que a outra face deste novo sistema estará no crescimento exponencial das energias renováveis, que serão responsáveis por 80% da geração total até 2040 de forma altamente descentralizada.

O custo inicial de uma placa solar pode ser alto, por exemplo, mas ninguém controla a sua fonte: o sol. Eventualmente, isso também derrubaria os custos marginais da energia para zero.

O mundo do trabalho é outro que será afetado. Em 1995, Rifkin publicou um livro com o auto-explicativo título de "O Fim dos Empregos", com a tese de que a tecnologia também transformará a maior parte dos próprios trabalhadores em algo obsoleto.

Futuro

A face mais óbvia do futuro descrito por Rifkin são hoje os sites de compartilhamento de carros e casas, como o Airbnb. Nesses novos tipos de transações, o acesso é mais importante que a posse e o capital social vale mais que o capital financeiro.

Para ele, nada disso é lamentável, e nosso medo e incapacidade de conceber o que vem por aí é equivalente ao que os nossos antepassados sentiram na transição entre o sistema feudal e o mercantilista, por exemplo.

As ideias de Rifkin são no mínimo polêmicas - afinal, o capitalismo mostrou até hoje uma habilidade formidável para se adaptar às mudanças de cenário. Permanecem questões óbvias: que tipo de sociedade civil será capaz de gerenciar essa nova estrutura?

No entanto, uma coisa é clara: as mudanças econômicas causadas pela tecnologia estão apenas começando.

SOBRE O AUTOR:

JEREMY RIFKIN é um dos pensadores sociais mais populares da atualidade, é autor de 20 best-sellers traduzidos para 35 idiomas. Rifkin é consultor para a União Europeia e para chefes de estado ao redor do mundo, além de palestrante do programa de educação executiva da Wharton School da Universidade da Pensilvânia.

FICHA TÉCNICA


TÍTULO: Sociedade com custo marginal zero
AUTOR: Jeremy Rifkin
PÁGINAS: 400
FORMATO: 16x23 cm
ISBN: 9788576802709
EAN: 9788576802709
ORIGEM: Estrangeira
CATÁLOGO: Administração_Economia_Gestão
EDITORA: M.Books

Fonte:

Redação
Exame
28/10/2015