.

.

.

Pesquise no Site

Boletim Sustentável

Preencha seu e-mail abaixo para receber nossa newsletter:

Recicle!

.

.

Programa de Geração Distribuída é lançado com foco em energia solar

Programa de Geração Distribuída é lançado com foco em energia solar

Ampliar e aprofundar as ações de estímulo à geração de energia pelos próprios consumidores, com base nas fontes renováveis de energia (em especial a solar fotovoltaica). Esses são os principais objetivos do Programa de Desenvolvimento da Geração Distribuída de Energia Elétrica (ProGD), lançado nesta terça-feira, 15 de dezembro, pelo Ministério de Minas e Energia (MME). A iniciativa pode movimentar pouco mais de R$ 100 bilhões em investimentos, até 2030.

A geração distribuída traz benefícios para o consumidor e para o setor elétrico: está no centro de consumo, o que reduz a necessidade de estrutura de transmissão elétrica e evita perdas. Até 2030, 2,7 milhões de unidades consumidoras poderão ter energia gerada por elas mesmas, entre residência, comércios, indústrias e no setor agrícola, o que pode resultar em 23.500 MW (48 TWh produzidos) de energia limpa e renovável, o equivalente à metade da geração da Usina Hidrelétrica de Itaipu. Com isso, o Brmasil pode evitar que sejam emitidos 29 milhões de toneladas de CO2 na atmosfera.

 
COP21 termina com acordo histórico em Paris, mas deixa lacunas

COP21 termina com acordo histórico em Paris, mas deixa lacunas

O primeiro acordo de âmbito universal para frear as emissões de gases do efeito estufa e lidar com os impactos da mudança climática foi estabelecido neste sábado, 12 de dezembro, durante o encerramento da 21ª Conferência das Nações Unidas sobre o Clima (COP21), em Paris. A decisão foi anunciada pouco antes das 16h30 (horário de Brasília) pelo ministro de Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, que guiou as negociações ao longo das madrugadas decisivas durante a cúpula.

Horas antes, Fabius havia apresentado a proposta do documento final aos 195 países presentes para adoção, com um discurso que emocionou a plateia – a intérprete que fazia a tradução para o inglês não conseguiu segurar o choro, segundo relato do jornal alemão Deutsche Welle.

 
Na COP21, organizações pedem mudança rápida para veículos zero emissões

Na COP21, organizações pedem mudança rápida para veículos zero emissões

Ministros e altos representantes da indústria, da sociedade civil e de organizações internacionais pediram uma rápida mudança para veículos zero emissões (VZE) como um componente chave da futura estratégia global contra a mudança do clima. O debate ocorreu na 21ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP21), em Paris.

Atualmente, o setor de transportes depende quase que completamente de combustíveis fósseis. Isso contribui aproximadamente com 1/4 de toda a energia relacionada às emissões de dióxido de carbono para a atmosfera, que deverá crescer ainda um terço, mais rápido do que qualquer outro setor.

 
COP21 aprova projeto de acordo para combate às alterações climáticas

COP21 aprova projeto de acordo para combate às alterações climáticas

A 21ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP21) aprovou neste sábado, 5 de dezembro, em Paris, um projeto de acordo para combater as alterações climáticas, que deverá ser chancelado pelos ministros dos cerca de 200 países na próxima semana, para ser posteriormente assinado no dia 11 deste mês.

Com esta aprovação, encerram-se seis anos de trabalhos que começaram em Durban (2011), na África do Sul, quando as negociações para um pacto global de luta contra as alterações climáticas começaram.

 
FAO firma parceria com o Google na luta contra a mudança climática

FAO firma parceria com o Google na luta contra a mudança climática

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) firmou na terça-feira, 1º de dezembro, uma parceria com a empresa Google Maps, com a meta de ajudar os países que combatem a mudança climática.

Segundo a FAO, a tecnologia digital utilizada nas imagens de satélite está causando uma revolução na maneira como os países podem acessar, monitorar e planejar o uso de seus recursos naturais. As imagens de satélite ajudam também a monitorar o desmatamento e a desertificação.

 
Estação Sé do Metrô tem equipamento multifuncional que transforma latas e garrafas pet em desconto na conta de luz, em livros e no Bilhete Único

Estação Sé do Metrô tem equipamento multifuncional que transforma latas e garrafas pet em desconto na conta de luz, em livros e no Bilhete Único

Novidade no país, uma máquina multifuncional que automatiza a coleta seletiva de latas e garrafas pet oferece um programa de benefícios que dá descontos em bilhetes de transporte, conta de luz e livrarias.  Desde o dia 20 de setembro ela está na estação Sé do Metrô de São Paulo. A Retorna Machine foi instalada na área livre do local, em frente às bilheterias, com promotores para orientar sua utilização.

Aeroportos, estações de metrô, terminais de ônibus e shoppings centers serão os principais pontos de instalação do novo equipamento urbano na capital paulista.

 
Maringá inaugura central de compostagem que vai beneficiar 27 hortas urbanas

Maringá inaugura central de compostagem que vai beneficiar 27 hortas urbanas

No fim de setembro, a prefeitura de Maringá, no norte do Paraná, inaugurou uma Central de Compostagem que vai produzir adubo orgânico para hortas comunitárias e o Viveiro Municipal. O empreendimento foi instalado na estrada São Luiz, Gleba Pinguim.

O coordenador das hortas comunitárias, José Oliveira Albuquerque, ressalta que a criação de uma Central de Compostagem era um sonho antigo das famílias atendidas pelas hortas. “O composto produzido aqui na central vai melhorar a produção das hortas e a qualidade das verduras, o que possibilita aos produtores a oportunidade de gerar uma nova renda. Sempre foi o meu desejo oferecer esse insumo para as 27 hortas”.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 10 de 253