Parcerias

Curtir no Facebook

.

.

Pesquise no Site

Boletim Sustentável

Preencha seu e-mail abaixo para receber nossa newsletter:

Recicle!

.

.

Brasil perde R$ 156,2 bilhões do PIB com a morosidade do trânsito em São Paulo

Brasil perde R$ 156,2 bilhões do PIB com a morosidade do trânsito em São Paulo

Quanto custa ficar parado no trânsito em São Paulo? Esta pergunta foi respondida com precisão. “Hoje, pessoas que trabalham fora de casa gastam em média 100 minutos do dia na ida e volta entre os locais de moradia e de trabalho. Considerando as características estruturais da Região Metropolitana de São Paulo e os padrões de mobilidade verificados em outras cidades do país, seria possível reduzir esse intervalo de tempo em até meia hora. O aumento de produtividade resultante faria o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que atingiu o patamar de R$ 5,5 trilhões em 2014, crescer aproximadamente 2,83% - ou seja, R$ 156,2 bilhões. E isso acarretaria um adicional de R$ 97,6 bilhões no consumo da população brasileira.”

 
Metas enviadas à ONU sobre aquecimento não limitam aumento de temperatura a 2°C

Metas enviadas à ONU sobre aquecimento não limitam aumento de temperatura a 2°C

O Climate Action Tracker, organização composta por instituições científicas que monitoram o aquecimento global, divulgou na quinta-feira, 1º de outubro, uma análise de 19 Contribuições Nacionalmente Determinadas Pretendidas (INDC), que são documentos com as metas de cada país para reduzir as emissões de gases do efeito estufa.

As propostas foram enviadas à ONU pelos países-membros e serão o ponto de partida das negociações da Convenção do Clima de Paris, entre 30 de novembro e 11 de dezembro.

O estudo concluiu que, por enquanto, o esforço desses países ainda não é suficiente para limitar o aumento da temperatura a 2°C até o fim do século em relação ao período pré-industrial.

 
Sebrae lança nova cartilha sobre sustentabilidade nos pequenos negócios

Sebrae lança nova cartilha sobre sustentabilidade nos pequenos negócios

A consciência sobre a necessidade de conciliar ganhos econômicos com a preservação ambiental e o bem-estar social mudou muito nas últimas duas décadas. Durante muito tempo se acreditou que "sustentabilidade custa caro", ou que "sustentabilidade é para grandes empresas".

Essas são ideias ultrapassadas e devem ser abandonadas o mais rápido possível, sob o risco dos pequenos negócios perderem competitividade perante os concorrentes que estão cada dia mais preparados para atender às demandas dos mercados por uma produção mais limpa e socialmente justa.

 
Tesla apresenta o primeiro SUV elétrico de luxo do mundo

Tesla apresenta o primeiro SUV elétrico de luxo do mundo

Um carro que acelera de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos, tem autonomia de até 400 quilômetros numa única carga e velocidade limitada a 250 km/h. Assim é o Model X, o primeiro SUV elétrico de luxo do mundo, que foi apresentado na noite de terça-feira, 29 de setembro, pelo CEO da Tesla, Elon Musk.

O Model X conta com o mesmo sistema de propulsão do Model S, primeira criação da marca. Durante o evento em Fremont, na Califórnia, Musk destacou que "a missão da Tesla é acelerar o advento do transporte sustentável." Contudo, o preço da nova máquina também é de luxo: 130 mil dólares (cerca de 535 mil reais) nos Estados Unidos.

 
Empresários desenvolvem banho solidário para pessoas em situação de rua

Empresários desenvolvem banho solidário para pessoas em situação de rua

Um dia, ao voltar para casa pela BR 116 (Rodovia Rio-Bahia), o empresário e diretor da Conquista Solar (empresa especializada em sistemas de aquecimento de Vitória da Conquista – BA), Cláudio Lacerda da Silva, observou as pessoas em situação de rua que vivem na região. No conforto de sua casa, durante um banho quente, pensou que estas pessoas não podiam dispor de um momento como o que estava desfrutando e decidiu fazer algo a respeito.

Em uma visita à rodovia, conversou com eles para conhecer melhor as suas necessidades. “O banho era uma das maiores dificuldades, pois recebiam alimentos e roupas de outras entidades e pessoas solidárias, mas para fazer sua higiene eles utilizam um balde com água fria cedida por um posto de gasolina”, conta.

 
Todos os países da ONU adotam a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável

Todos os países da ONU adotam a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável

Os 193 Estados-Membros da Organização das Nações Unidas (ONU) adotaram formalmente na sexta-feira, 25 de

setembro, a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável composta pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Os ODS substituem os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs), vigentes até o fim deste ano.

“A nova agenda é uma promessa dos líderes para a sociedade mundial.É uma agenda para acabar com a pobreza em todas as suas formas, uma agenda para o planeta”, disse o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, no discurso de abertura da Cúpula das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, que será encerrada neste domingo (27).

O discurso do secretário da ONU precedeu a adoção formal do documento Transformando Nosso Mundo, composto por 17 objetivos e 169 metas para países desenvolvidos e em desenvolvimento.

 
Em São Paulo, 40% dos ciclistas começaram a pedalar há menos de um ano

Em São Paulo, 40% dos ciclistas começaram a pedalar há menos de um ano

A recém instalação da malha cicloviária na capital paulista pode ter elevado consideravelmente o número de ciclistas na cidade. É o que aponta pesquisa Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo (Ciclocidade), realizada em parceria com a ONG Transporte Ativo, Observatório das Metrópoles, e com apoio do banco Itaú.

O levantamento, que será lançado na íntegra na noite de hoje (21), mostra que cerca 40% dos ciclistas da cidade começaram a pedalar há menos de um ano; 29% dos entrevistados pedalam há mais de cinco anos, enquanto 19% há menos de 6 meses.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 9 de 247