Pesquise no Site

Boletim Sustentável

Preencha seu e-mail abaixo para receber nossa newsletter:

Recicle!

.

.

Responsabilidade social normatizada, o caminho da sustentabilidade das organizações

Responsabilidade social normatizada, o caminho da sustentabilidade das organizações

Após cinco anos de debates internacionais e de trabalho que envolveu especialistas, autoridades, personalidades, organizações e entidades de todo o mundo, foi oficialmente lançada no final de 2010 a ISO 26000, conhecida como a norma da responsabilidade social.

 

 
Só 6% das lâmpadas fluorescentes têm descarte correto


Das mais de 200 milhões de unidades de lâmpadas fluorescentes que são consumidas anualmente no Brasil, apenas cerca de 6%, ou 12 milhões, recebem destinação correta - o que inclui a retirada do mercúrio e a reciclagem de seus componentes, como vidro e alumínio.

 
Projeto incentiva reciclagem de aparelhos eletrônicos


O setor de tecnologia da informação e comunicação (TI) nacional deverá aprofundar, a partir de janeiro próximo, o projeto Reciclaação, que objetiva difundir o hábito de reciclar eletrônicos em todos os locais em que aparelhos eletrônicos estejam em uso.

 
O que o brasileiro pensa sobre sustentabilidade


O brasileiro leva em conta as iniciativas sustentáveis das empresas antes de fazer compras e está ficando cada vez mais preocupado com problemas ambientais como a quantidade de lixo gerada e o aquecimento global. As conclusões são do estudo Futuros Sustentáveis, realizado pela consultoria Havas e pelo instituto de pesquisas GlobalScan.

 
Falta aprender o que é sustentabilidade


Em um país com economia frenética, falar de consumo consciente não é algo simples. Para traçar um perfil da relação dos brasileiros com o ato da compra, o Instituto Akatu e o Instituto Ethos acabam de lançar a pesquisa O Consumidor Brasileiro e a Sustentabilidade.

 
Produção Consciente = Amanhã Mais Feliz


O projeto Amanhã Mais Feliz, do Sindicato da Indústria de Calçados de Três Coroas, foi criado em 1996 e está instalado em uma área com mais de cinco mil metros quadrados, que contempla a preservação de um bioma aquático com flora e fauna nativos.

 
Os economistas e o tema da sustentabilidade


Crescer, distribuir, sustentar...continuar a crescer sem agredir o meio ambiente. Esse é o desafio mais premente dos dias que correm. Isso é possível ou é utopia? O que não é possível é fazer uma economia crescer sem produzir na esteira desse acontecimento impacto ambiental e emissão de gás carbônico. Nos últimos cem anos da história do mundo, a produtividade aumentou significativamente, prosperou o capitalismo, diversificou-se a capacidade produtiva. No entanto, elevaram-se consideravelmente as emissões de carbono. Contudo, é sabido que nenhuma população e nenhum padrão de vida elevado se sustentam indefinidamente. Em algum momento, os limites vão surgir. Quais são esses limites diante do mais urgente desafio de construir uma economia de baixa emissão de carbono?

 
<< Início < Anterior 251 252 253 254 255 256 257 258 259 260 Próximo > Fim >>

Página 259 de 265